O turismo na região sudeste é altamente interligado com as áreas econômicas e culturais. É responsável por grande parte das atividades econômicas da região. O Rio de Janeiro, com o carnaval mundialmente famoso; São Paulo, pelo grande potencial urbano de hotéis e entretenimento que tem; Minas, pelo valor histórico de suas cidades e Espírito Santo, com suas praias e belezas naturais formam uma região quase imbatível no turismo brasileiro.

No Rio de Janeiro, as praias, como a de Copacabana, são reconhecidas no mundo todo. Tema do hit mundial “Garota de Ipanema”, essa é o principal destino turístico da região. Outras praias de destaque estão localizadas em Angra dos Reis, Búzios e a de Paraty. Além das praias, outras belezas naturais como o Pão de Açúcar e o grande monumento “Cristo Redentor” são pontos certos no roteiro turístico do estado. Uma curiosidade é que a estátua do Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno, foi idealizada pela primeira vez em 1859, mas a ideia só foi virar realmente projeto em 1921, quando se faziam os preparativos para a festa do centenário da independência.

Outro grande responsável pela força do turismo carioca é o carnaval. Os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí é um evento que atrai pessoas de outros estados e de outros países todos os anos. Mesmo sendo apenas três dias de festa, arrecada-se, a cada carnaval, R$ 1 bilhão, segundo o RioTur. Prova de tamanha fama é o longa metragem “Rio-O filme”, uma animação da 20th Century Fox e Blue Sky Studios que tem como cenário o Rio de Janeiro nos dias de Carnaval.

São Paulo é uma cidade mundial: pelas muitas empresas multinacionais que abriga e por receber pessoas de muitos países. Sendo assim, a variedade de possibilidades de diversão que há em São Paulo é gigantesca. Grandes empresas voltadas para esse ramo, como o Hopi Hari (grande parque de diversões), por exemplo, fazem da cidade um destino badalado para o turismo. Pelo fato da capital ser sede de eventos de magnitude mundial, os hotéis de São Paulo estão entre os melhores do país. Além disso, a cidade conta com centros de convenções, restaurantes com diferentes especialidades e tudo que uma megalópole pode oferecer.

Apesar do gigantesco potencial urbano, São Paulo também tem belezas naturais para atrair viajantes: tem todo um litoral como a de Ilhabela, no litoral norte do estado. Campos de Jordão oferece uma região montanhosa procurada por muitos turistas e Brotas é um local onde a prática de esportes radicais é muito frequente.

Minas Gerais oferece, além da famosa culinária, uma riqueza histórica que poucas cidades turísticas no Brasil têm. Cidades históricas como Tiradentes (nome dado em homenagem ao inconfidente mineiro), Ouro Preto (primeira cidade brasileira a ser reconhecida como patrimônio histórico da humanidade) e Diamantina (nome dado pela grande quantidade de diamantes achados na cidade) são atrativos para milhares de pessoas todos os anos. Os restaurantes e bares da capital, Minas Gerais, somam a capacidade turística do estado.

Já no Espírito Santo, o forte do turismo é motivado pelas belezas naturais encontradas lá. São quase 20 áreas de preservação ambiental, com incontáveis belezas, como o manguezal urbano situado na capital Vitória: o manguezal é uma dos maiores manguezais urbanos do mundo. Outra riqueza ecológica é a Estação Ecológica Municipal Ilha do Lameirão, que tem mais 5,052 metros quadrados de preservação da fauna e flora locais.